Feedback Eficaz na Farmácia
Feedback Eficaz na Farmácia

Publicado por Farmarcas • 19 de julho de 2018

Veja como se preparar para dar um feedback eficaz

O feedback eficaz é um grande desafio para o gestor da farmácia. Muitas vezes, no dia a dia, o tempo é escasso e isso dificulta na hora de sentar com cada funcionário, o que pode impactar o resultado de vendas.

A dica é determinar um tempo para que isso aconteça. Alguns empresários fazem conversas semanais, outros quinzenais ou mensais. Reserve um período na sua agenda para realizar as conversas com a sua equipe.

Dar um feedback eficaz pode otimizar as ações e levar os funcionários a reflexões sobre as atitudes no dia a dia da drogaria. Mas, para isso, é preciso levar alguns fatores em consideração para ter mais eficiência na hora de dar o feedback. Veja a seguir:

Refinar a percepção

Um feedback eficaz é direcionado às necessidades do funcionário. É preciso ter sensibilidade para perceber as características individuais dos colaboradores. Se o feedback não for dado corretamente a pessoa pode entende-lo como crítica e isso pode prejudicar os resultados no trabalho. O feedback eficaz aponta o erro, mas incentiva a pessoa a mudar a maneira de atuação e a motiva a se desenvolver mais e mais.

Protagonismo é o primeiro passo para enfrentar mercado competitivo

Fique atento à maneira como você se comunica com cada pessoa, pois um funcionário tem necessidades diferentes do outro e isso deve ser levado em conta no momento de dar um feedback eficaz.

Refinar a simpatia

Às vezes o feedback precisa ser mais duro, dependendo da situação. Mas a simpatia é fundamental para que a pessoa não entre numa postura de se defender e acabe não absorvendo a orientação. A postura do líder é muito importante para que o colaborador entenda a necessidade da correção.

Usar adequadamente a linguagem não verbal

O feedback eficaz também considera a linguagem não verbal. É preciso ter consciência do poder e impacto dessa comunicação. Entonação, intensidade da voz, gestos e a postura corporal também transmitem mensagens muito além do que falamos.

Boa comunicação na farmácia é essencial para se relacionar com o cliente

Fique atento à maneira como você se comunica para que o feedback eficaz aconteça. Determinadas posturas podem inibir o funcionário ou fazer com que ele entenda de outra maneira o que você está falando. A orientação deve ser pautada no respeito e no direcionamento para as entregas necessárias.

Fundamentar as informações

O gestor deve se preparar para conseguir dar um feedback eficaz. É preciso ter informações para conversar com os colaboradores com propriedade. Se uma pessoa está com rendimento baixo nas vendas, analise os resultados que foram entregues no último mês e compare com outros períodos, por exemplo.

É preciso tomar cuidado para não fazer críticas baseadas em suposições e não conseguir argumentar caso seja necessário. Procure fundamentar-se para entender melhor a situação e poder dar um feedback eficaz.

Saber ouvir

Quem dá um feedback eficaz também deve ouvir o que a outra pessoa fala. Escutar ativamente demonstra valorização e respeito para com a outra pessoa. É preciso ouvir com atenção, procurando não interromper o outro, para que ele também possa expressar suas dúvidas e ideias.

É fundamental também dar espaço para o outro demonstrar seu ponto de vista sobre a situação. Você, como líder, deve avaliar a situação por completo antes de tomar uma decisão ou julgar a postura de um funcionário.

Saber perguntar

Além de direcionamentos e orientações, um feedback eficaz faz a pessoa refletir sobre suas atividades. Ao fazer perguntas adequadas, o gestor pode levar o colaborador a pensar sobre posturas e atitudes e ajudá-lo a encontrar as melhores decisões para essas necessidades.

Comportamentos que prejudicam a eficácia do feedback

Veja a seguir alguns comportamentos que podem prejudicar a maneira como você dá feedback para sua equipe:

Avaliação prematura

Assumir previamente que o colaborador não se esforçou ou não está comprometido impede que os fatos sejam considerados em sua totalidade e de forma isenta. Evite julgar antecipadamente a situação. Tenha as informações necessárias e sempre escute o que o colaborador tem a dizer.

Preconceitos e estereótipos

Dar feedback pautado em afinidades, preconceitos ou desafetos desvia o diálogo do objetivo central. Além disso, pode gerar conflitos entre a equipe.

Uso do poder ou do controle

Demonstrar superioridade, arrogância e prepotência pode levar o outro a fazer uma determinada ação, mas não a mudar seu comportamento. Esse tipo de atitude é extremamente prejudicial para o ambiente organizacional saudável na farmácia.

Autorreferência

Dar um feedback se colocando como exemplo pode assar a mensagem errada ao colaborador. Fazer autoelogios e falar demais sobre si mesmo pode demonstrar falta de confiança, além de transparecer arrogância.

Atitudes defensivas

Colocar-se na defensiva não contribui com a conversa. Também é papel do líder assumir seus erros e redirecionar atividades que ele havia demandado que não estavam alinhadas com o propósito do projeto.

Conheça o perfil do cliente para oferecer o que ele busca na loja

Quanto mais uma pessoa apresenta comportamentos defensivos, menos ele será capaz de entender as palavras, as motivações, os sentimentos e os valores do outro. Evite esse tipo de postura para dar um feedback eficaz.

Como agir durante o feedback eficaz

Veja abaixo as principais atitudes na hora de dar um feedback eficaz

Seja específico

Cite o que o funcionário fez ou disse. Depois enfoque os impactos desses comportamentos e qual a melhoria que uma mudança vai gerar no trabalho.

Seja breve

Mantenha a linguagem simples e breve. Busque a participação do outro e dialogue.

Esteja disponível e aberto

Compartilhe e discuta suas observações e suas sugestões com o outro. Escute atentamente para certificar-se de que compreendeu a situação.

Seja paciente

Forneça feedback gradualmente e dentro de um contexto.

Seja pontual

Dê feedback sem demora, logo após a ocorrência de um fato importante. Se for uma reunião agendada, chegue no horário marcado.

Seja sensível

Dê feedback em momento e local apropriados e somente para as pessoas envolvidas.

Comunicação para Farmácias


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *