Qual a Diferença entre Drogarias Populares e Drogarias Tradicionais?
Qual a Diferença entre Drogarias Populares e Drogarias Tradicionais?

Publicado por farmarcas • 7 de dezembro de 2017

Qual a diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais?

A diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais é sempre uma dúvida para muitos empresários do setor farmacêutico. Muitos querem investir ou converter uma farmácia e não sabem a diferença entre farmácias populares e farmácias tradicionais.

Antes de mais nada, vamos entender a definição de loja do varejo farmacêutico no Brasil:

Uma drogaria é um estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais. Algumas drogarias possuem laboratórios em seu interior e também trabalham com manipulação de fármacos e substâncias, de acordo com a concentração indicada por um profissional.

Saber a diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais é fundamental para planejar e saber atuar no varejo farmacêutico com eficiência. As diferenças que vamos apresentar a seguir são MODELOS, já que muitas lojas trabalham com partes de cada modelo. A diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais é grande, mas nada impede que a sua loja utilize partes de cada estratégia e não se encaixe perfeitamente em apenas um dos modelos.

O que é o Modelo de Negócio de Farmácias Populares

O que é o Modelo de Negócio de Farmácias Populares

No modelo popular de drogarias, o principal foco são os preços. O empresário trabalha para ter o melhor preço da região e para a farmácia ser considerada econômica pelo consumidor.

Vender barato

O grande foco das farmácias de modelo popular é o preço. As farmácias precisam saber comprar bem e manter bons estoques para conseguir oferecer o melhor preço nos produtos. Fazer parte de um grupo de lojas é muito importante para ter condições de compra com a indústria e os distribuidores farmacêuticos.

Comprar Bem: estratégias para ter sucesso no varejo farmacêutico

Organização é a chave para a boa gestão de estoque da farmácia

Vende todos os tipos de medicamentos, mas tem maior foco em genéricos

Por ter definido em seu modelo de negócio que vende a custos baixos, trabalhar com genéricos é a melhor opção estratégica. Dessa maneira é possível utilizar comunicação específica para esse tipo de produto e se tornar referência para o consumidor.

Entenda a curva ABC da farmácia e melhore o seu negócio!

Formato de atendimento sem check-out

Para não ter custos com funcionários destinados apenas ao caixa, nas farmácias de modelo popular, o próprio atendente faz a cobrança no balcão. Isso também é positivo por conta de a loja ter mais espaço para exposição de produtos.

Serviços farmacêuticos reduzidos

Essa é a grande diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais. Os custos de profissionais capacitados para prestar serviços farmacêuticos são muito altos para este modelo de negócio. Aferir pressão, teste de glicemia, delivery e aplicação de injetáveis não são feitos nesse modelo. Nas farmácias de modelo popular, os atendentes apenas vendem os medicamentos e itens de higiene e beleza. Isso não quer dizer que eles não sejam capazes de indicar algum produto ou dar informações sobre os medicamentos.

É importante ressaltar que, por legislação, é sempre exigida a presença de pelo menos um farmacêutico no ponto de venda. Esse profissional é conhecido por ser o responsável técnico, que autoriza a liberação de qualquer produto controlado.

Horário de atendimento reduzido

As lojas de modelo popular não trabalham por tanto tempo quanto as farmácias tradicionais. Isso permite a redução de custos operacionais. Aos domingos e de madrugada, por exemplo, esse tipo de negócio não está aberto aos clientes.

O que é Modelo de Negócio de Farmácias Tradicionais

O que é Modelo de Negócio de Farmácias Tradicionais

No modelo tradicional, a estratégia do negócio é mais voltada ao atendimento diferenciado e à prestação de serviços dentro da drogaria. Isso não quer dizer que as farmácias tradicionais (ou convencionais) não vendam medicamentos baratos. Elas também trabalham com preço, mas o foco do negócio é a prestação de serviço.

Cria imagem de preço de acordo com as necessidades do consumidor

Como trabalhar com preço não é a principal estratégia, esse tipo de negócio entende as necessidades dos clientes da região e dá mais atenção para determinados produtos. Por isso é fundamental conhecer o perfil do cliente da sua loja.

Estudar hábitos de compra ajuda a fidelizar o cliente à farmácia

Vende todos os tipos de medicamentos, mas também trabalha com grande variedade de perfumaria e itens de higiene e beleza

O foco no modelo de negócios tradicional não é vender apenas medicamentos pois se trabalha com uma grande quantidade de itens de higiene e beleza. Nesse ponto, o mix de produto é essencial para se diferenciar perante o consumidor. Também há comunicação divulgando preços de produtos, mas a qualidade no atendimento deve ser um diferencial.

Bom mix de produtos na farmácia é essencial para atender necessidades do cliente

Formato de atendimento com check-out

Essa é a principal diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais. Existe um setor exclusivo para a cobrança das compras na drogaria. Aqui, o “caixa” é separado do balcão de atendimento. Se você trabalha nesse modelo, é importante posicionar produtos estratégicos na fila e no caixa para as compras por impulso.

Prestação de serviços

Outra grande diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais é a prestação de serviços. Delivery, aferição de pressão, teste de glicemia e aplicação de injetáveis são habitualmente realizados nas drogarias que utilizam esse modelo de negócios. Aqui, pela maior atenção ao atendimento, a assistência farmacêutica é um grande diferencial. O consumidor considera a farmácia como referência em saúde e em informações para cuidar da família.

Qualidade no atendimento ao cliente gera crescimento da farmácia

O que é preciso para ser um bom atendente na farmácia

Horário de atendimento maior

No modelo convencional, o atendimento é voltado à prestação de serviço. Muitas lojas, inclusive, funcionam 24h. Isso só é possível nessa estratégia pois aumenta os custos da farmácia. Além de precisar de mais funcionários, funcionar na madrugada também é mais caro. Sem falar na luz, que também fica ligada o dia inteiro.

Qual a diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais?

Qual a diferença entre drogarias populares e drogarias tradicionais?

Essas são as principais diferenças entre drogarias populares e drogarias tradicionais. Muitas farmácias se encaixam parte em um modelo, parte em outro, mas isso é muito normal no varejo farmacêutico.

Se você pensa em abrir uma drogaria, o mais importante é entender o público da região e analisar os concorrentes que já estão funcionando. Veja como eles trabalham e tente entender as estratégias implementadas. Lembre-se que copiar uma loja que já funciona sempre te deixará para trás. É essencial saber o que os concorrentes fazem, mas é preciso ser original e ter uma estratégia bem definida para alcançar o sucesso.

Há muitos estudos de marketing e administração para analisar a concorrência. Um deles é o SWOT. Esse modelo trabalha com Força (Strenght), Fraqueza (Weakness), Oportunidade (Opportunity) e Ameaças (Threats). Esses quatro pontos são essenciais para pensar o negócio que você executa e as ameaças externas relacionadas ao segmento no local onde você pretende atuar.

Se você já possui uma farmácia, avalie as necessidades locais dos seus clientes e o quanto eles estão satisfeitos com os serviços da sua loja. Pesquisas de satisfação são muito importantes para entender o pensamento do cliente e a imagem da loja na região.

Empreender é um desafio muito grande e muito prazeroso. Os obstáculos são diários e o prazer da conquista é inexplicável. Parabéns por decidir empreender e desenvolver o varejo farmacêutico no Brasil!


Comentários estão fechados.