Principais erros de CMV na farmácia – Custo de Mercadoria Vendida

O CMV é um dos principais indicadores da drogaria. Ele indica o valor pago pelo que esta em estoque na loja e a leitura desse número ajuda a desenvolver a saúde financeira da loja.

Mas, afinal, o que é CMV?

O CMV é, basicamente, a soma das despesas para produzir e armazenar aquela mercadoria até que a venda seja realizada. Esse dado é importante para você conseguir calcular e dimensionar o seu Lucro Bruto. O CMV é um dos indicadores mais importantes para analisar a saúde da loja. O CMV é o valor pago pela mercadoria ao fornecedor direto (distribuição ou indústria). Sua leitura permite compreensão sobre o montante de sobra para arcar com as despesas variáveis, fixas e medir o percentual de resultado líquido.

Administrar com análise de indicadores melhora a gestão da farmácia

Principais erros de CMV

O cadastro correto dos produtos no sistema da loja é fundamental para gerar o CMV de maneira correta. Por exemplo, em medicamentos fracionáveis, ou seja, que é possível vender a cartela separadamente, é preciso muito cuidado. Ao dar entrada na caixa, quando a venda da cartela é feita, o sistema contabiliza como se toda a caixa fosse vendida por um valor muito menor, que é o preço da cartela. E isso gera um valor de CMV que não corresponde à realidade.

Fique atento aos principais erros de CMV na operação da loja:

Preço da última entrada maior ou igual ao Preço fábrica

Esse erro pode ocorrer caso o desconto recebido no momento do recebimento do produto não seja considerado ao dar entrada na nota. Essa informação só pode ser corrigida se o custo médio do item for ajustado no sistema pelo responsável por isso na loja.

Porcentagem de desconto representando prejuízo

Caso o produto que não seja medicamento ou que seja de precificação liberada apresente desconto alto, é preciso verificar o cadastro de entrada. O prejuízo pode ser devido ao alto desconto atribuído ao produto como “combate”. Mas também pode se tratar de erro de entrada por não ter sido considerado o desconto de compra do mesmo ao dar entrada na nota.

Entenda a curva ABC da farmácia e melhore o seu negócio!

Produtos cadastrados no grupo incorreto

Ao cadastrar o produto no sistema, a pessoa responsável pode, por descuido, inclui-lo no grupo de produtos incorreto. Como por exemplo: medicamento propagado, alocado no grupo PERFUMARIA. Isto é ruim, pois onera o grupo a qual de fato pertence. Além disso, avoluma outro que não possui tal representatividade, tanto em R$ quanto em CMV.

Desconto Estratégico

No sistema da loja, quando o responsável pela precificação baixa significativamente o valor de algum produto, pode-se considerar erro. Porém, muitas vezes a pessoa deseja dar um desconto estratégico em determinado item. As razões são diversas: combater um concorrente; fazer uma promoção pontual; ou desovar um produto que está com muito estoque ou validade próxima do vencimento.

“Desconto estratégico” é considerado quando, apesar de o produto apresentar grande margem de desconto (que por vezes configura prejuízo), é dado para atender as estratégias adotadas pelo empresário.

Erro de fracionamento

Ocorre quando, ao dar entrada no produto no sistema, é feito o cadastro do valor pago pela caixa, sem levar em consideração as unidades contidas. Como falamos anteriormente, ao efetuar a venda de uma única cartela, o sistema entenderá que o valor pago por ela é muito maior que o valor de venda. O que fará o CMV ficar negativo na casa de milhares. Neste caso, é preciso ficar atento ao efetuar o cadastro do produto. Deve-se colocar quantas unidades do produto contém na caixa.

Qual a diferença entre despesas fixas e variáveis na farmácia?

PMC incorreto

Na maioria das vezes esse erro ocorre pois, ao invés de aumentar a porcentagem de descontos, seja como cestão de ofertas ou como promoção programada, o empresário diminui o PMC do produto para que ele seja vendido mais barato. O PMC é uma base de valor que não deve ser alterada para uma leitura correta dos dados das vendas.

PBM

Alguns produtos podem apresentar CMV negativo por serem de algum programa de benefícios. Neste caso, basta incluir a informação para não impactar os relatórios das vendas. Lembre-se que aceitar programas de benefícios é muito importante para incentivar a fidelização dos clientes à sua loja.

Desconto Zerado

Pode ocorrer em duas hipóteses:

Quando, ao invés de aumentar o percentual de descontos do produto, o farmacista diminui o PMC do mesmo com o intuito de vendê-lo mais barato. É um erro de desconto no balcão que pode ser resolvido facilmente.

Pode ocorrer também com lojas que trabalham com grande número de convênios com terceiros e/ou PBM’s, pois o sistema zera os descontos aplicados por considerar que se trata de uma venda “a prazo/fiado”.

Custo Zerado

Trata-se de um erro de importação de dados do sistema. Caso a loja apresente um grande número de itens com o custo zerado, é necessário informar o suporte do sistema para verificar a possibilidade de correção. No caso de poucos itens apresentando o erro, o problema é corrigido com a entrada de novas notas.

Fique atento ao CMV dos produtos da sua loja e melhore os resultados da gestão da farmácia. Otimizar as ações é desenvolver o negócio para se preparar para a expansão da sua rede de lojas!

Tributação para farmácias