fbpx
o que é inventário de estoque
o que é inventário de estoque

Publicado por Marketing Farmarcas • 31 de maio de 2021

O que é inventário de estoque e qual a sua importância

Compreender o que é inventário de estoque pode auxiliar ainda mais na gestão da sua farmácia!

 

Será que você sabe a quantidade de produtos ou quais bens a sua farmácia possui? Pois é, para ter uma visão ampla e completa de um empreendimento, é preciso analisar alguns pontos fundamentais. Compreender  o que é inventário de estoque dentro de uma farmácia e a sua importância, vai te ajudar a garantir uma gestão ainda mais eficiente.

 

O que é inventário de estoque?

 

O inventário de estoque nada mais é do que uma atividade onde os gestores realizam a contagem de materiais e produtos disponíveis. Assim, eles conseguem comparar a quantidade disponível com as que estão contabilizadas no controle. Geralmente, esse inventário pode ser feito por meio de planilhas ou sistemas de gestão.

Fazer essa contagem é essencial, principalmente para descobrir divergências entre o estoque real e o virtual. Dessa forma, fica muito mais fácil descobrir quais são os tipos de perda que ocorrem na farmácia e quais ações podem ser tomadas para evitar problemas futuros.

 

Motivos para investir no inventário de estoque

 

Agora que já sabemos o que é inventário de estoque, é hora de abordar as vantagens que ele traz para a gestão de uma farmácia. Entre elas, podemos destacar:

1) Reduz perdas

Quando você realiza um inventário, automaticamente evita desperdícios com compras de itens que já existem no estoque. Assim, é possível realizar pedidos com exatidão para os seus fornecedores.

2) Reduz custos

Em paralelo ao tópico anterior, o inventário também garante uma economia para o estabelecimento, uma vez que não serão comprados itens a mais do que o necessário.

3) Facilita a organização

Seja em uma farmácia ou qualquer outro empreendimento, organização é tudo. Por isso, com um inventário bem feito, fica ainda mais fácil listar os itens por ordem de chegada, saída ou no momento da precificação.

4) Adequa a sua loja às leis vigentes

Por fim, o inventário permite que a sua farmácia entregue informações fiscais para o governo, evitando divergências e garantindo o cumprimento da legislação no segmento.

 

Tipos de inventários de estoque

 

Com diferentes modelos de inventários, listamos alguns que podem ser aplicados de acordo com a necessidade da sua farmácia.

Rotativo

Neste modelo, a checagem do inventário é feita em períodos pré-definidos. Ele traz segurança administrativa para o negócio, uma vez que evita que a farmácia seja surpreendida com a falta de determinados itens.

Cíclico

Assim como o rotativo, o inventário cíclico também é realizado em “ciclos” determinados, mas é exatamente na frequência desses ciclos que mora a diferença entre os dois. Geralmente ela é definida pelo gestor, podendo ser mensal, semanal ou até mesmo diários, em casos de grande movimentação.

Geral

Trata-se do modelo mais simples, englobando todos os itens armazenados na farmácia e não somente os que são vendidos. Neste inventário, são conferidas as mercadorias, itens de almoxarifado, insumos, maquinários e materiais de uso diário (papel, caneta, caixas, organizadores).

Anual

Por fim, como o próprio nome diz, o inventário anual faz um levantamento ao término de um ano fiscal (entre os meses de janeiro a dezembro). Inclusive, esta é uma estratégia para empreendimentos que possuem dificuldades de fazer levantamentos ao longo do ano.

 

6 passos para realizar o inventário

 

Veja quais são as etapas para fazer o inventário de estoque da forma correta:

Passo 1 – Classifique os produtos

Classifique todos os produtos e materiais do estoque. Aliás, aqui o ideal é utilizar grupos e conjuntos para otimizar o processo.

Passo 2 – Identifique a rotatividade

Saiba qual é o giro de cada produto. Assim, você terá uma noção de quando o estoque precisa ser reabastecido.

Passo 3 – Defina a periodicidade

Determine de quanto em quanto tempo a sua farmácia irá fazer a contagem de produtos no estoque. Isso melhora a segurança das informações e ainda evita erros fiscais na dedução de impostos.

Passo 4 – Estabeleça dias e horários

Defina quais serão os dias e os horários que o inventário será feito. O ideal é optar por dias de pouco movimento na loja.

Passo 5 – Cheque o inventário

É recomendado que a checagem seja feita com o auxílio de dois colaboradores ou mais. Dessa forma, se todos chegarem ao mesmo número, o inventário terá sido feito da maneira correta.

Passo 6 – Valide os dados no sistema

Finalmente, depois de ter os números em mãos, é fundamental cruzar as informações do sistema com as obtidas no inventário. Trata-se de mais um filtro para identificar falhas no controle e garantir a segurança do processo.

 

Realizar o inventário de estoque é essencial para garantir o controle e gerenciamento dos itens na sua farmácia. Com ele, você certamente evitará surpresas desagradáveis e que podem comprometer os resultados da loja.

 

Ebook gestão de estoque em farmácia

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *