Publicado por farmarcas • 30 de março de 2017

Entenda a diferença entre Compra Coletiva e Compra Centralizada

Para vender mais é preciso, antes de tudo, comprar bem. Ter um bom relacionamento com os fornecedores e a possibilidade de adquirir produtos com boas condições comerciais melhora a performance de vendas da farmácia

Para muitos empresários independentes do ramo farmacêutico, compreender a diferença entre compra centralizada e compra coletiva pode ser um pouco complexo.

Quem não vivencia a realidade de uma grande rede ou associação fica com dúvidas quando o assunto é uma compra que envolve um grupo de farmácia autônomas em sua gestão junto às  indústrias e distribuidoras do ramo farmacêutico.

Pensando nisso, selecionamos as principais diferenças entre compra coletiva e compra centralizada para esclarecer suas dúvidas. Confira:

 

Comprar bem é um grande desafio, mas você viu que é possível com algumas atitudes, como por exemplo:

⇒ Fazer parte de uma rede ou associação para incluir o seu pedido num volume maior de compras e, consequentemente, conseguir melhores condições de preço.

⇒ Preparar um calendário de compras para facilitar o seu trabalho na hora de entrar em contato com a indústria e os distribuidores.

Fazer parte de uma rede ou associação traz muitos benefícios, principalmente quando falamos de negociações comerciais com a indústria farmacêutica e os distribuidores.

A Farmarcas oferece aos associados a possibilidade de efetuarem a compra dos seus produtos conforme a quantidade necessária para a sua demanda, porém com as condições comerciais negociadas com todo o grupo. Se você quer conhecer mais sobre como a Farmarcas trabalha para a prosperidade das farmácias associativistas no Brasil, clique aqui.

 

 

 

 


Comentários estão fechados.