Conheça os princípios para ter uma rede de farmácias competitiva
Conheça os princípios para ter uma rede de farmácias competitiva

Publicado por Farmarcas • 19 de setembro de 2019

Conheça os princípios para ter uma rede de farmácias competitiva

O varejo farmacêutico segue em expansão com o aumento do número de farmácias em todo o Brasil. Nesse cenário é preciso ter uma rede de farmácias competitiva para prosperar.

Dados do Conselho Federal de Farmácia demonstram que atualmente o Brasil possui mais de 87,7 mil farmácias* e para se destacar neste segmento, é preciso conhecer os princípios para ter uma rede de farmácias competitiva.

O crescimento do varejo, principalmente das grandes redes de farmácias, motiva os pequenos empresários a evoluírem para manter a competitividade. E, por isso, as drogarias independentes precisam ter condições de concorrer em relação ao preço, além aprimorar o relacionamento com o cliente e a prestação de serviços.

Planejamento para a rede de farmácia ser mais competitiva

Para ter uma rede de farmácias competitiva, é importante o gestor ficar atento ao seu negócio de maneira global. Por isso, a comunicação, gestão e a tecnologia precisam de constante evolução. Confira alguns tópicos importantes que precisam ser incluídos no planejamento e gestão de excelência:

– Rede de farmácias com padronização interna e externa;
– Marca forte no mercado;
– Comunicação aberta e diálogo com o cliente;
– Reconhecimento profissional pela Indústria e pelo Distribuidor;
– Layout que prioriza o autosserviço e Serviços Farmacêuticos;
– Fortalecimento da venda com base nas categorias de medicamentos;
– Planejamento de marketing integrado.
– Central da rede de farmácias com estrutura profissional de suporte às lojas do grupo;
– Consultor ou supervisor de lojas comprometido com as metas;
– Gerenciamento de convênio central de compras de produtos para as drogarias;
– Gestão qualificada e profissional de todos os departamentos;
– Alinhamento e compromisso de todas as farmácias da rede para manter uma boa saúde financeira.
– Possuir software de gestão com aplicativos gerenciais que permitem análise dos indicadores do negócio;
– Integração de dados e possibilidade de reposição automática de produtos.

É importante lembrar que o cliente costuma avaliar tanto o ponto de venda como os produtos disponíveis. Por isso, é extremamente relevante que ele encontre tudo o que precisa quando entra em qualquer uma das unidades da rede de farmácias.

Para aumentar o número de clientes rede da farmácia e se manter competitivo, é preciso sempre buscar as melhores estratégias de marketing para gerar interesse no público. É importante pesquisar sobre as novidades no mercado em feiras e eventos do setor e atualizar os conhecimentos.

Oferecer um serviço personalizado e diferenciado aos clientes, principalmente àqueles da vizinhança, garante que o empresário da pequena rede de farmácias tenha todas as condições para prosperar no setor.

Artigo relacionados

Comunicação integrada auxilia o consumidor a conhecer a sua farmácia

Aplicativos para farmácia: resultado e acompanhamento do cliente

 

*Dados ref. 2018 do CFF.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *