Associativismo
Associativismo

Publicado por brenno • 31 de agosto de 2016

Associativismo: modelo de negócio para o sucesso das farmácias

Afinal, o que é associativismo?

O associativismo é um modelo que demonstra grande potencial de desenvolvimento no país. É muito comum encontrarmos empresários do ramo farmacêutico reclamando do ambiente competitivo. Invariavelmente, eles são sempre aqueles à procura de uma solução mágica de prosperidade, esperando que os governantes diminuam a carga tributária ou proponham uma lei que beneficie seu segmento de atuação, como é o caso do Farmácia Popular. E isso é um problema muito sério.

O mercado farmacêutico, como todo ambiente empresarial, possui empresários que vivem em um constante processo de vitimização. Quando a empresa não vai bem, a culpa do insucesso é do governo, do mercado, da crise, etc. Por outro lado, temos os empresários que são protagonistas de seus negócios, buscando, dentro das suas competências, soluções para os desafios. Vítimas enxergam tudo como problemas, protagonistas enxergam desafios. E isso com certeza faz toda a diferença.

Mas como encarar os desafios? Para os empresários, sobretudo das pequenas e médias empresas, uma saída é o associativismo. Buscar se associar a agrupamentos, que podem ser no modelo de franquia, licenciamento de marca ou de associativismo. Independentemente do formato, sem dúvida nenhuma, a junção de várias empresas em torno de um objetivo comum aumenta a possibilidade de êxito.

Posso afirmar isso, pois estou no movimento associativista há vinte anos, ao longo dos quais já vivenciei e colaborei com o fomento de associações de diversos segmentos. Em todos esses agrupamentos, a melhoria individual e coletiva dos participantes e suas empresas é visível.

Dentre os benefícios está o fato de esses empresários passarem a conviver de forma mais efetiva, uma vez que eram, até então, concorrentes. Outro ponto importante é que essas empresas unem forças para compras em conjunto, possuem ações de marketing compartilhadas e administração profissionalizada, dentre outros aspectos que só são possíveis de realizar de forma coletiva. Ao participar de uma associação, a empresa se torna mais competitiva.

Como o associativismo pode ajudar o meu negócio?

Na posição de presidente da Farmarcas e da Febrafar (Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias), trabalho diariamente para que todos sejam protagonistas. Uma das ferramentas que utilizo são os números positivos desses modelos. Por isso, dentro da Federação, criei o IFEPEC (Instituto Febrafar de Pesquisa e Educação Continuada), que tem por objetivo fazer pesquisas, coordenar estudos e disseminar a educação empresarial aos nossos associados.

Os resultados são muito positivos, como aponta estudo recente que coordenamos para entender como estava o nível de empreendedorismo dos nossos associados. Analisando uma amostragem de 2.264 lojas vinculadas à Febrafar, foi verificado que 31% dessas farmácias apresentaram crescimento acima da média do mercado, 49% ficaram na linha padrão de crescimento e 20% ficaram abaixo da média.

Essa informação foi a base da pesquisa, realizada com o objetivo de identificar os fatores que contribuíram para o crescimento e/ou queda. Os empresários que cresceram igual ou mais que o mercado apontaram que um dos fatores é o aproveitamento da coletividade, ou seja, souberam usar as ferramentas oferecidas pela rede.

Marketing para vender mais

Outros elementos para o crescimento foram a utilização com frequência de todas as ações de marketing oferecidas, a realização de treinamento contínuo de sua equipe e o reconhecimento do poder da coletividade na contribuição para o êxito individual. Assim, esses empresários se tornaram protagonistas.

No entanto, foi observado que os empresários que lideram as empresas que ficaram abaixo do mercado em termos de crescimento, não reconhecem que o motivo é a falta de envolvimento da empresa e do empresário nas ações da rede; preferem culpar o mercado e a crise, não compreendendo que seus pares possuem as mesmas condições competitivas e estão em um processo evolutivo melhor. Eles se fazem de vítima, mas devem ser resgatados.

Ser associativista não garante de forma automática a caminhada para o sucesso, mas todos os empresários que utilizam, com competência, as ferramentas oferecidas aos seus associados possuem uma chance muito maior de alcançar o sucesso.

Baixe nosso ebook e melhore o relacionamento com a indústria


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  • Graciela says:

    Bom dia!
    Tenho uma farmácia e gostaria de aderir ao sociativismo, como devo proceder?

    • brenno says:

      Olá, Graciela, tudo bem?

      Que ótimo que você queira saber mais sobre como o associativismo pode ajudar a sua farmácia a ter melhores resultados! Enviamos um email para conversarmos. Obrigado!

  • isabel ribas says:

    boa tarde poderia me explicar mais como funciona ja tenho farmacia a mais de 20 anos individual preciso repassar desconto para conseguir competir com as grandes redes que estao em nossa cidade isso me ajudaria ? como?

    • brenno says:

      Olá, Isabel, tudo bem? É importante desenvolver uma estratégia de diferenciar para conquistar clientes e conseguir competir com as grandes redes. Ela pode ser preço, atendimento, mix de produtos ou a prestação de serviço na drogaria. Às vezes é necessário ter toda essa gama de estratégias para se manter competitivo no mercado. Enviamos um e-mail para entendermos melhor a sua necessidade e podermos te auxiliar. Muito obrigado por acessar nossos materiais!

  • WILLIANS says:

    Boa tarde! Sou contador! aqui na minha cidade tem um grupo de empresários de drogarias, que estão se organizando com intuito de criar uma rede de farmácias entre eles, para pode competir com as grandes redes que se estabeleceram na cidade. gostaria de receber uma orientação de como iniciar esse processo de criação da rede?

    • brenno says:

      Olá, Willians, tudo bem? Muito obrigado pela sua mensagem! Enviamos um e-mail para você e podemos seguir conversando por lá. Administramos 9 redes de drogarias e temos muita experiência sobre gestão do varejo farmacêutico. Até breve!

  • Alex says:

    olá bom dia, acomapnhei a conversa e queria lhe pedir que me enviassem tb esse email, fiquei interessado no associativismo e gostaria conhecer mais acerca.

    • brenno says:

      Bom dia, Alex, tudo bem? Ficamos muito felizes que você tenha se interessado pelo mercado associativista! Enviei um e-mail a você para conversarmos melhor. Abraços e sucesso!

  • grazielle almeida alves marques says:

    Olá bom dia, gostaria de saber como fazer parte dessas associacoes e quais os beneficios

    • brenno says:

      Olá, Grazielle, tudo bem? Obrigado pelo interesse em fazer parte do nosso grupo! Enviei um contato por email para conversarmos. Chegou a receber? Obrigado!

  • Vagner says:

    Olá. Tenho interesse em obter mais informações sobre o associativismo.
    Aguardo contato. Temos 2 lojas com 40 anos de mercado mas é chegada a hora de mudar para poder continuar competitivo frente as grandes redes.

    • brenno says:

      Olá, Vagner, tudo bem? Obrigado pelo interesse em fazer parte do nosso grupo! Enviei um email com mais detalhes sobre a Farmarcas. Até breve!

  • Max Lima says:

    Olá, Trabalhei por algum tempo em Cooperativas e Associação, e estou abrindo Uma Farmácia, muito me interessa em saber qual modelo vem se utilizando para ficarmos de pé, diante desse mercado desleal entre grandes e pequenos. Obrigado!

    • brenno says:

      Olá, Max, tudo bem? Obrigado pelo contato! Enviei um e-mail para conversarmos melhor. Abraços e sucesso!

  • Mirela rodriguez says:

    Sempre fui empreendedora desde cedo e a franquia sempre foi o meu foco. Adoro conteúdo deste tipo muito obrigada!

    Vou compartilhar com meus amigos!

  • Douglas Albuquerque says:

    Olá, gostaria de saber como funciona esse modelo, estou fazendo pesquisas para poder montar minha primeira drogaria, sou farmacêutico e atualmente estou em drogaria no interior do Tocantins.
    Abraços.

    • brenno says:

      Olá, Douglas, tudo bem? Ficamos muito felizes em receber sua mensagem! Enviamos um e-mail com mais informações. Abraços e sucesso!

  • Lea Leite Vasconcelos says:

    Gostaria de ter mais informações sobre me associar, direitos e deveres

    • brenno says:

      Olá, Lea, tudo bem? Obrigado pelo seu comentário! Enviamos um e-mail para tirar suas dúvidas. Abraços e sucesso!

  • Patricia Pavolin says:

    Gostaria de saber como fazer parte do associativismo. Obrigada.

    • brenno says:

      Olá, Patricia, tudo bem? Obrigado por acessar os nossos conteúdos! Enviamos um e-mail com mais informações para você! Abraços e sucesso!