fbpx
Os pontos quentes da farmácia são definidos pelo caminho do consumidor dentro da loja durante as compras.  Ao observar como o cliente percorre as áreas da farmácia é possível planejar estratégias de trade marketing que possibilitem o aumento no volume de vendas.
Os pontos quentes da farmácia são definidos pelo caminho do consumidor dentro da loja durante as compras.  Ao observar como o cliente percorre as áreas da farmácia é possível planejar estratégias de trade marketing que possibilitem o aumento no volume de vendas.

Publicado por Marketing Farmarcas • 12 de setembro de 2019

Aprenda como utilizar os pontos quentes da farmácia

Entenda como essa estratégia pode ajudar a aumentar ainda mais as vendas da sua loja!

 

Você já ouviu falar das zonas quentes de um estabelecimento? Elas são áreas que apresentam maior visibilidade e são ideais para posicionar produtos, principalmente quando falamos de uma farmácia.

Além de definir o caminho que o consumidor irá percorrer dentro da loja durante as compras, é extremamente importante aproveitar as zonas quentes para planejar estratégias de trade marketing que aumentem ainda mais o volume de vendas.

Onde as zonas quentes se localizam?

Em uma farmácia, as zonas quentes costumam estar localizadas em pontos específicos, como a entrada da farmácia, as pontas de gôndola, os corredores centrais e os balcões.

Isso acontece por que são locais de grande fluxo e é onde os clientes costumam parar para procurar itens básicos. Dessa forma, é importante explorá-las como pontos quentes da farmácia.

Aproveitando as zonas quentes!

Para aproveitar as zonas quentes da sua farmácia ao máximo, é importante implantar um “mapa de produtos” que seja adequado ao público atendido. Feito isso, é possível organizar os itens de forma mais atrativa, facilitando a busca do consumidor e melhorando a experiência de compra.

Quais são os produtos mais indicados para esses locais?

Geralmente produtos essenciais, de maior rentabilidade e saída ou com prazos de validade curtos, devem ser colocados em zonas quentes. Outros itens que também podem ser incluídos nesses locais são os lançamentos e itens estratégicos que estejam participando de promoções internas.

Lembre-se, a organização é essencial! Então aproveite para categorizar, organizar e expor de maneira atrativa os produtos, para que o cliente encontre rapidamente o que precisa.

Para fazer isso, você pode utilizar displays e banners, incentivando a compra do cliente e elevando consideravelmente as vendas de um setor específico à sua escolha.

As zonas quentes podem variar. E tudo bem!

As zonas quentes da farmácia mudam de acordo com o tamanho e o formato da sua loja. Nas drogarias pequenas, o cliente consegue ter uma visão completa da área de vendas, assim, toda a farmácia é considerada como uma zona quente.

Já nas drogarias de tamanho médio, formato estreito e comprido, a zona quente pode ser localizada na entrada e no fundo, próxima aos balcões.

Por fim, nas farmácias grandes, as zonas quentes costumam estar localizados na entrada da loja, nos corredores centrais e balcões.

O caminho do cliente pela loja

Para que uma drogaria tenha um bom nível de vendas, é importante que os consumidores percorram toda a loja. Ao planejar o layout, o gestor sempre deve ter em mente qual é o caminho que deseja que o consumidor siga enquanto estiver caminhando pela farmácia.

Para criar esse “laço” ou “caminho induzido”, é possível investir em uma iluminação diferenciada, com pontos focais atrativos e uma sinalização que seja de fácil entendimento para o público.

Além disso, é fundamental que os gestores consigam transformar zonas frias em zonas quentes. Para isso, algumas ações podem fazer a diferença:

Tenha produtos MIP (Medicamentos Isentos de Prescrição) posicionados em uma área de autosserviço fora do balcão;

 Posicione as áreas de autosserviço de forma que o consumidor circule um pouco mais pela loja, antes de ir direto para o balcão de atendimento. Locais de transição, como os corredores laterais são uma ótima escolha.

 

Investir em zonas quentes certamente irá contribuir para o aumento das vendas, do ticket médio e principalmente para a fidelização do cliente. Procure estar sempre atento ao fluxo de clientes e observe a movimentação para elaborar novas estratégias que contribuam para alcançar as metas do negócio.

Se você tem interesse em compreender quais são as zonas quentes da sua farmácia e como aproveitá-las ao máximo, aproveite para fazer o download da nossa Planta de Zonas Quentes da Drogaria e amplie ainda mais o sucesso da sua farmácia!

 

Planta de Zonas Quentes da Drogaria

 

 

Artigos relacionados

11 dicas sobre a importância da exposição de produtos na farmácia

Conheça o perfil de cada cliente na farmácia

O que é um fluxo inteligente na farmácia?

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *