Aprenda a montar um bom planograma para a farmácia

Ter um bom planograma para a farmácia é fundamental para expor os produtos de forma correta e organizada na farmácia. Dessa forma o consumidor encontra o produto com mais facilidade e rapidez. Um projeto detalhado auxilia na organização dos itens nas gôndolas de toda a drogaria de forma padronizada.

Aplicar um bom planograma para a farmácia é importante para melhorar a visualização dos produtos e a experiência de compra dos clientes. O plano é utilizado tanto para expor os produtos nas gôndolas, como na seção de autosserviço em que são expostos os Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs).

Um bom planograma para a farmácia é fundamental para saber qual é a quantidade correta de cada item, marca e apresentação que deve estar nos expositores. O planograma também estabelece como expor todas as embalagens conforme o tamanho, o formato e a cor. Dessa forma, a visualização dos produtos fica mais agradável para o cliente.

Entre os objetivos da aplicação do planograma na farmácia, estão:

  • facilitar a visualização dos produtos pelo cliente
  • agrupar a exposição das categorias
  • destacar os grupos de forma estratégica
  • chamar a atenção do cliente para os produtos expostos

Legislação e autosserviço

Antes de montar um bom planograma para a farmácia é preciso ter conhecimento de toda a legislação para saber quais produtos são proibidos fora do balcão. Lembre-se que produtos tarjados não podem ser expostos dessa maneira e respeite a legislação para evitar problemas com a fiscalização.

Como acertar na contratação do contador para farmácias

Em algumas cidades não é permitida a exposição de MIPs na seção de autosserviço e isso pode influenciar na elaboração do projeto de toda a drogaria. Nos casos em que a legislação permite a exposição de medicamentos isentos de prescrição fora do balcão, a composição de um bom planograma para ser utilizado no autosserviço pode auxiliar no aumento das vendas.

Benefícios de um planograma bem executado

Um projeto de exposição de produtos implantado na farmácia beneficia tanto o cliente quanto o próprio negócio. Para o gestor, as vantagens são o aumento das vendas, maior rentabilidade para o negócio, facilidade para fazer o inventário dos produtos expostos e a diminuição do índice de rupturas.

As vantagens de aplicar um bom planograma para a farmácia também se estendem ao trabalho dos colaboradores responsáveis pela organização dos produtos nas gôndolas. O projeto pode conter instruções detalhadas sobre como realizar o trabalho, o que agiliza a tarefa e melhora a produtividade da equipe.

Saiba como definir o mix de produtos ideal para a drogaria

Um bom planograma para a farmácia também traz muitas vantagens para os clientes. Além de proporcionar um visual mais atrativo nas gôndolas, também traz facilidade para o consumidor encontrar os produtos expostos. Isso melhora a experiência de compra e traz mais satisfação ao cliente.

Tipos de planograma para farmácia

O projeto de exposição e apresentação dos produtos em um bom planograma para a farmácia deve estar adequado à gestão de categorias. As diretrizes do plano devem levar em consideração todos os grupos e subgrupos dos produtos que são expostos.

A organização dos produtos pode ser baseada em três tipos de planograma: horizontal, vertical ou em blocos.

Planograma vertical

É a opção mais utilizada por ser visualmente agradável pois a forma de exposição do produto ocupa todas as prateleiras de cima abaixo.

Nesse tipo de planograma há um número de frentes equivalentes, ou seja, uma quantidade de embalagens viradas para frente que são suficientes para garantir uma boa visibilidade dos produtos pelo cliente que circula pelos corredores da drogaria.

Há um maior impacto e clareza visual para o cliente escolher e facilidade ao cliente na hora de pegar o produto.

Planograma horizontal

Esse tipo não é muito indicado, pois dificulta a visualização do produto e causa bastante confusão ao consumidor. As longas linhas formadas pela exposição do produto na mesma prateleira causam a impressão de que só existe um tipo de produto sendo vendido.

Planograma em blocos

Neste tipo de plano os produtos são expostos em blocos verticalizados. Geralmente é utilizado em locais com pouco espaço de exposição. A visualização não é muito satisfatória, pois os pequenos blocos formados possibilitam um mínimo de visibilidade ao cliente.

Como fazer o planograma para a farmácia

É possível criar um planograma para a farmácia por meio de softwares especializados disponíveis no mercado. O gestor também pode fazer uma análise da farmácia e montar manualmente um plano personalizado.

O número de frentes mínimas, ou seja, a menor quantidade necessária de embalagens a serem expostas, deve ser definido conforme o giro dos produtos. É importante que o gestor saiba que quanto maior o volume vendas, mais frentes deverão estar na gôndola.

Um bom planograma para a farmácia também deve ser planejado de forma que os produtos sazonais tenham um destaque privilegiado, ou seja, com mais frentes além de pontos extras na farmácia.

Farmácia também pode se beneficiar da exposição na vitrine

É importante lembrar que cada farmácia tem características próprias. Por isso o planograma de uma loja poderá ser diferente de outra. Se o gestor precisa montar projetos para filiais, por exemplo, precisa pensar num padrão visual com ajustes de quantidade e apresentações conforme a demanda de cada loja.

É importante lembrar que o planograma para a farmácia deve ser pensado de acordo com o fluxo da loja. Portanto, pensar no mobiliário e na maneira como você irá expor os produtos é muito importante ara o sucesso do negócio.

Equipe treinada para manter o planograma

Um bom planograma para a farmácia só traz bons resultados se for seguido cuidadosamente. Para isso, o comprometimento da equipe nesse trabalho é fundamental.

O gestor precisa pensar em treinamentos constantes aos colaboradores. Toda a equipe precisa estar alinhada sobre os padrões estabelecidos no planograma e saber organizar os produtos de acordo com cada critério do projeto.

Confira 5 erros mais comuns de atendimento na drogaria

A cada mudança no planograma é preciso dar novas orientações à equipe. Erros na exposição dos itens podem gerar prejuízos tanto nas vendas como na fidelização do cliente, que não vai encontrar os produtos no local em que está acostumado.

 

Facilidade na reposição de produtos, diminuição das rupturas e clientes mais satisfeitos são benefícios que um bom planograma para a farmácia pode proporcionar.

Ter gôndolas organizadas e uma equipe bem treinada ajudam a alcançar as metas de vendas e fidelizar os clientes. Avalie a exposição de produtos na sua drogaria e melhore os seus resultados!

Gestão de Estoque da Farmácia




1 comentário

Deixe uma resposta