Precificação da Farmácia
Precificação da Farmácia

Publicado por brenno • 17 de maio de 2018

5 fatores que afetam a precificação na farmácia

A precificação na farmácia é sempre um assunto de dúvidas de muitos empresários. Definir as estratégias para cada categoria de produto é realmente um pouco complexo e requer muito conhecimento de mercado.

O varejo farmacêutico é muito competitivo e é preciso ficar atento à precificação na farmácia para gerar valor e se diferenciar perante os concorrentes. O foco deve ser chamar a atenção dos clientes, de acordo com a estratégia traçada para aquele perfil de público.

Confira 5 fatores que afetam a precificação na farmácia

Custos

Comprar bem é fundamental no varejo farmacêutico. Os custos com medicamentos e itens de higiene e beleza obviamente são o principal gasto da drogaria. Porém, margens maiores para conseguir lucrar mais nos produtos podem não ser a melhor estratégia.

Como já falamos em outros materiais, o ideal é conseguir boas condições comerciais na aquisição de produtos. Muitas farmácias independentes não conseguem condições tão atrativas quanto drogarias que fazem parte de redes e associações.

Conheça 7 erros na gestão da farmácia que prejudicam as vendas 

Nesse ponto, a representatividade da rede ou da loja em si em compras de determinado laboratório conta muito. Além disso, o relacionamento da central com a indústria e os distribuidores também pode gerar ótimos negócios. Normalmente a central negocia a condição, que fica disponível para todos os membros do grupo adquirirem os produtos que desejarem.

A dica é ficar atento aos custos dos produtos que você compra para conseguir repassar aos clientes preços mais interessantes.

Demanda

Numa farmácia, a lei da oferta e da procura não se aplica como em outros tipos de negócio. Normalmente, os itens de maior giro na drogaria, conhecidos como “Curva A”, são mais baratos. Esses são os produtos que funcionam como chamariz para quem passa em frente à loja.

Esses itens geralmente ficam posicionados em cestões e prateleiras mais à frente para fazer com que os clientes entrem na drogaria. De acordo com a sua estratégia de precificação na farmácia, os itens de maior giro podem ser mais baratos.

Volume

O volume de compras (sell in) e o de vendas (sell out) é muito importante para a estratégia de precificação na farmácia. Ter um bom controle das compras e das vendas da drogaria é essencial. Para isso, a sugestão é ter um sistema que facilite esse processo e auxilie no controle da administração da drogaria. Assim é possível analisar melhor os itens que realmente são mais vendidos e conseguir programar as compras.

Outro ponto importante é que, ao saber que a sua loja vende mais determinado produto de determinado parceiro, é possível barganhar melhores condições comerciais. A indústria e os distribuidores sempre buscam mais capilaridade e representatividade regionalmente. Se você demonstrar que e um potencial parceiro comercial interessante, certamente você terá mais atenção dos representantes que fazem o atendimento para a sua localidade.

Saiba posicionar produtos na farmácia e venda mais

Além disso, a reposição de estoque também é fundamental nesse quesito. Por mais que não influencie a precificação, ter sempre um bom mix e um estoque considerável é fundamental.

Assim como em outros tipos de negócio, para entender o estoque da loja é necessário analisar o comportamento de compra na farmácia por alguns meses. Mas lembre-se que a reposição é muito importante e que muitas farmácias fazem pedidos quase que diariamente para conseguir estarem sempre bem abastecidas.

Rivalidade dos concorrentes

Muitos empresários fazem a precificação na farmácia com base no que os concorrentes estão fazendo. E isso pode ser um grande erro. É preciso levar em conta que copiar é sempre se colocar um passo atrás dos demais.

Ter a sua própria estratégia de precificação na farmácia é fundamental. Entender as curvas de produtos da sua loja e trabalhar os preços de acordo com as suas necessidades e objetivos como empresário do varejo farma é muito importante.

Bom mix de produtos na farmácia é essencial para atender necessidades do cliente

Claro que também é interessante acompanhar o que os concorrentes estão fazendo. Mas lembre-se: uma farmácia com estratégia bem definida segue o planejamento e apenas ajusta necessidades pontuais. Mudar completamente sua atuação no varejo pelo comportamento dos concorrentes é muito arriscado e o sucesso fica mais distante.

Características dos clientes

Outro fator fundamental para a precificação na farmácia é entender o público da região de atuação da drogaria. Que tipo de negócio você trabalha? Modelo popular ou modelo convencional? Traçar a estratégia de precificação na farmácia passa por analisar o público-alvo e o comportamento dos clientes.

Se a sua drogaria fica localizada em uma região muito simples, ou se fica mais próxima de estações de metrô ou ônibus, é preciso levar em conta a média de renda das pessoas que circulam no local para desenvolver uma estratégia de precificação condizente com a expectativa das pessoas que circulam por ali.

Conheça o perfil do cliente para oferecer o que ele busca na loja

Outro exemplo está relacionado à localização da loja em um bairro de uma cidade de alto poder aquisitivo. Até mesmo a comunicação pode ser diferente, dependendo do público que você deseja atingir.

O essencial e entender o comportamento e as expectativas do público. Com isso é possível até mesmo definir o mix de produtos. Sempre é fundamental ter uma boa variedade de produtos. Porém, é possível incluir itens diferentes de acordo com a maneira que os clientes se comportam. Grandes marcas de dermocosméticos e produtos importados, por exemplo, não devem estar em grandes quantidades em drogarias que trabalham com público de menor poder aquisitivo.

Use as dicas para desenvolver a estratégia de precificação na farmácia e tenha sucesso no varejo! Lembre-se que planejamento é fundamental e revisitar o que foi projetado de tempos em tempos é muito importante para lapidar arestas e redirecionar ações pontuais.

Tributação para farmácias


Comentários estão fechados.