fbpx
10 estratégias de gestão para a sua farmácia!
10 estratégias de gestão para a sua farmácia!

Publicado por Felippe Lopes • 13 de junho de 2022

10 estratégias de gestão para a sua farmácia!

Saiba como algumas estratégias de gestão podem contribuir para alavancar ainda mais os resultados da sua farmácia.

 

Quando falamos em negócios de sucesso, sempre imaginamos um empreendimento lucrativo, funcional e com resultados eficientes. Entretanto, algo que não podemos deixar de mencionar são algumas estratégias de gestão que podem ser utilizadas para otimizar ainda mais a performance da farmácia. .

 

São metodologias diferenciadas, que ajudam a estruturar processos e permitem que você alcance o pleno potencial da equipe. Quer entender mais sobre como funcionam essas estratégias de gestão? Então confira abaixo 10 das principais!

 

 

1) Estratégia empresarial

 

 

Antes de começarmos a falar sobre estratégias de gestão, é preciso compreender qual a estratégia empresarial que será utilizada. Trata-se de um requisito básico, mas que no segmento farmacêutico possui uma importância ainda maior.

Ela pode garantir a sobrevivência da sua farmácia perante a concorrência, fazendo com que você tenha uma visão ainda mais ampla sobre a sua loja.

 

Existem diferentes tipos de estratégia. Entender qual o seu público-alvo, se a sua preferência é por uma farmácia do modelo convencional ou popular e em qual região ela será montada, também faz toda a diferença.

 

Além disso, confira algumas dicas para elaborar uma boa estratégia para a sua drogaria:

 

⇒ Ao fazer ofertas, trabalhe com a escassez;

⇒ Exponha os produtos de forma estratégica;

⇒ Promova ações de vendas;

⇒ Ofereça uma boa variedade de produtos;

⇒ Invista na divulgação da sua farmácia;

⇒ Desperte o senso de urgência nos clientes;

 

 

Uma das ferramentas utilizadas por inúmeros empresários é a Análise SWOT. Ela é uma abreviação das siglas em inglês Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Serve para identificar as forças e fraquezas do seu negócio.

 

Com base nela, é possível desenvolver um planejamento estratégico ou até mesmo um plano de ação, com atividades mais específicas a serem desenvolvidas em um curto espaço de tempo.

 

 

2) Escolha do ponto comercial

 

 

Primeiramente, é preciso dizer que existem vários aspectos importantes na escolha de um bom ponto comercial para farmácia, entre eles estão: a qualidade de acesso, eventuais barreiras de acesso do cliente à loja, quais são os hábitos de deslocamento do público, qual é a topografia e densidade demográfica da região.

 

É importante lembrar que, para escolher um ponto comercial confinado, você precisará analisar também a estratégia do local e estar sempre alinhado, pois isso influenciará diretamente nos resultados do seu negócio.

 

Para fazer a escolha de um bom ponto comercial para farmácia, é fundamental que você responda algumas perguntas essenciais, como:

 

⇒ Onde está o meu público-alvo?

⇒ Qual é o perfil do cliente que pretendo atender?

⇒ Quais são as necessidades locais da região em que desejo atuar?

⇒ Qual é o volume de movimentação de pessoas?

⇒ Quais são as características que a farmácia precisa ter para atrair o cliente?

 

Dentro da Farmarcas, o departamento de Expansão utiliza o Órbita, uma ferramenta de geolocalização que avalia com riqueza de detalhes quais são os melhores pontos para a abertura de uma farmácia.

 

Essa vontade de aprender, melhorar e implementar novas tecnologias tem sido a chave para a Farmarcas ser uma empresa “jovem”, em tão alto patamar no mercado.

 

 

3) Estruturação de Processos

 

 

Elaborar processos padronizados é uma parte fundamental para garantir o sucesso da sua farmácia. Isso porquê eles são responsáveis por manter as atividades do estabelecimento sempre padronizadas e fluindo.

 

Dentro de uma empresa, várias ações são desempenhadas ao mesmo tempo e, por isso, alinhar os objetivos permite que você corrija falhas e otimize demandas.

 

Além disso, eles também auxiliam a farmácia a ser mais produtiva, sendo responsáveis por reduzir custos desnecessários e melhorar a experiência dos clientes.

 

Essa padronização pode impactar diretamente no layout da loja, no atendimento, na reposição das mercadorias, no controle de estoque e na limpeza do estabelecimento.

 

Existem alguns processos básicos de uma farmácia. Veja abaixo alguns deles.

 

Gestão de Pessoas

 

Ela pode ser feita por meio de:

⇒ Organogramas;
⇒ Responsogramas;
⇒ POP’s;
⇒ Rotinas de Reuniões (Matinais e trocas de turno) para alinhar processos e metas;
⇒ Feedbacks.

 

Gestão de Compras

 

O processo de gestão de compras envolve:

⇒ Realização da contagem geral do estoque;
⇒ Processos para recebimento de mercadorias(Conferir mercadorias que chegam);
⇒ Armazenamento de mercadorias com método FIFO;
⇒ Reposição e compras por demanda (Curva ABC).

 

Precificação

 

Na precificação, os principais processos envolvidos são:

⇒ Acompanhamento sobre como o mercado vem trabalhando
⇒ Realização de pesquisas de mercado
⇒ Cadastro de produtos no caderno de ofertas, garantindo que estejam sempre atualizados.

 

Gestão de Indicadores

 

Por fim, quando falamos de gestão de indicadores, nos referimos à:

⇒ Análise dos produtos que mais saem e menos saem
⇒ Análise dos dias e horários que mais vendem e menos vendem
⇒ Análise da lucratividade dos produtos, principalmente os que apresentam prejuízo
⇒ Análise do desempenho da equipe e da loja diariamente (Faturamento, CMV, Desconto, Lucratividade, venda de Genérico, Similar e Propagado)

 

 

4) Rotinas Gerenciais

 

 

O papel das rotinas gerenciais é traçar estratégias para que seja possível encontrar as melhores oportunidades e utilizar os recursos de forma mais consciente.

 

Depois de entender os objetivos que a sua farmácia pretende conquistar, é possível dispor de rotinas gerenciais que coloquem em prática o que foi planejado.

 

Essa é uma forma de ter acesso e organizar informação tanto de metas quanto de recursos para chegar a uma maneira inteligente de levar a companhia um passo adiante.

 

Existem diversas técnicas que podem ser implantadas na criação de rotinas gerenciais. Seja por meio de organogramas, sistemas de hierarquia, regulamentos ou relatórios internos.

 

 

5) Gestão de Indicadores

 

 

Ao incorporar indicadores de desempenho na administração da sua farmácia, você ganha uma série de benefícios. Inclusive, o primeiro deles é o de trazer transparência para os processos da loja.

 

Além disso, essa análise também permite que o gestor tenha visibilidade sobre o que tem dado certo nas metodologias que estão sendo usadas na empresa e o que pode ser melhorado.

 

Uma das formas de realizar a gestão de indicadores é usar KPIs (Key Performance Indicator). Trata-se de uma ferramenta de gestão empregada para analisar os indicadores mais importantes de um negócio ou empresa. Por meio deles, é possível acessar análises mais aprofundadas sobre o histórico da farmácia e usá-las para as próximas projeções.

 

É justamente esse tipo de acompanhamento, proporcionado pelos KPIs, que permite que os gestores saibam exatamente os processos que estão funcionando, os que precisam de atenção e aqueles que devem ser ajustados.

 

Entretanto, é sempre bom lembrar que, sejam indicadores de desempenho, de produtividade ou qualidade dos serviços, é importante manter o acompanhamento de cada um deles.

 

Dessa forma, fica ainda mais simples potencializar entregas que estejam atreladas a algum deles e aumentar a credibilidade da sua farmácia perante o consumidor.

 

A Planilha DRE é uma excelente ferramenta para acompanhar indicadores relacionados ao lucro e gastos da farmácia. Por meio dela, você realiza um acompanhamento completo sobre a saúde financeira do seu negócio, podendo utilizar essas informações para tomar decisões que reduzam gastos e façam a sua drogaria lucrar ainda mais.

 

 

6) Análise de Mercado

 

 

Uma das estratégias de gestão que muitos empresários costumam utilizar dentro do segmento farmacêutico é a análise de mercado. Acompanhar as tendências é uma forma de se manter atualizado e compreender as mudanças no comportamento do consumidor.

 

Uma boa análise de mercado traz conhecimento sobre o público alvo, um maior entendimento sobre os concorrentes da sua farmácia e permite que você crie uma relação com os fornecedores que irão potencializar o trabalho.

 

Para realizar essa análise, é preciso:

 

⇒ Conhecer o setor

⇒ Entender o público-alvo

⇒ Analisar o serviço oferecido

⇒ Precificar os produtos corretamente

⇒ Compreender o custo para aquisição de clientes

⇒ Avaliar as projeções do mercado

 

Estar atento ao mercado e as novidades que surgem é a melhor maneira de realizar a manutenção dos seus clientes e se antecipar para conquistar novos.

 

 

7) Padronização da marca

 

 

Garantir que a sua farmácia esteja com a padronização da marca adequada é fundamental. Isso diz muito sobre o seu negócio e como ele vai ser enxergado pelo consumidor.

 

Essa padronização traz benefícios comerciais e operacionais, uma vez que facilita o reconhecimento da marca pelos clientes e gera um impacto cada vez mais duradouro no consumidor.

 

Padronizar os materiais de forma estratégica e planejada não costuma ser um processo simples, porém as vantagens desse processo são extremamente consistentes.

 

Na Farmarcas, o departamento de Marketing é responsável por garantir que as lojas estejam com a comunicação devidamente atualizada e padronizada.

 

Entre os fatores fundamentais envolvem a padronização de uma marca, destacam-se:

 

⇒ A manutenção da identidade visual interna e externa da loja;
⇒ O desenvolvimento de materiais de comunicação impressos utilizando as bases da identidade visual da marca (encarte de ofertas e folhetos);
⇒ Ambientes digitais (Redes Sociais, Google, sites);
⇒ Materiais de insumo (sacolas, bobinas, uniformes).

 

Além disso, também existe um cuidado para que as estratégias de exposição dos produtos sejam seguidas (principalmente quando falamos de  Zonas Quentes). Dessa forma, é possível ampliar ainda mais os resultados e o faturamento do seu negócio.

 

 

8) Mix de Produtos

 

 

Quem trabalha no segmento do varejo farmacêutico sabe que garantir um estoque adequado pode ser um desafio e tanto, não é mesmo? Pois é, neste momento, contar com um bom Mix de Produtos e SKUs eficientes faz toda a diferença.

 

Mas o que é um Mix de Produtos? Trata-se basicamente de um catálogo de itens que a sua farmácia irá trabalhar. O principal objetivo é que ela supra as necessidades dos mais diversos consumidores, conquistando uma fatia ainda maior do mercado.

 

Para gerenciar o estoque da farmácia com eficiência, muitos empresários se guiam pela Curva ABC. Por ela, possível categorizar todos os itens e fazer um controle preciso sobre a demanda deles por parte do consumidor.

 

Trabalhar com uma variedade de produtos adequada garante inúmeros benefícios como:

– Aumento do ticket de vendas;

– Crescimento do fluxo de clientes na loja;

– Satisfação do consumidor;

– Maior vantagem competitiva entre os concorrentes.

 

Lembramos que fazer a Gestão de Estoque é primordial para que essa estratégia seja realizada de forma efetiva.

 

 

9) Engajamento da Equipe

 

 

Quem valoriza a equipe, valoriza o trabalhador. É perceptível que, quando uma equipe se sente motivada, fica muito mais fácil atingir os objetivos que foram estipulados. Ah, e isso vai muito além de benefícios e recompensas financeiras.

 

É importante mostrar ao time que eles fazem parte da sua farmácia e são importantes. Você pode engajar a equipe da sua farmácia por meio de campanhas de incentivo. Dessa forma, eles conseguem compreender o retorno que o esforço deles gera, não apenas para eles, mas para clientes também.

 

Existem inúmeras outras formas de engajar os funcionários da sua drogaria. Entre as ações mais realizadas, destacam-se:

 

⇒ Pesquisas de satisfação com os colaboradores

⇒ Planos de comunicação interna

⇒ Desenvolvimento de lideranças positivas

⇒ Investimento na capacitação de colaboradores

⇒ Criação de oportunidades de crescimento

 

Quer entender como melhorar ainda mais a gestão de equipe na sua loja? Então baixe o nosso Kit de Gestão de Pessoas!

 

 

10) Divulgação e posicionamento

 

 

Divulgar sua farmácia é essencial para chamar a atenção dos clientes. Além de materiais promocionais, como folhetos, encartes, vale-brindes e anúncios em jornais locais, também é possível investir nas redes sociais .

 

O posicionamento de marca é o lugar que o seu negócio deseja ocupar no coração e na mente do seu público-alvo. De forma geral, é a soma entre segmentação e diferenciação.

 

Entretanto, é fundamental que essa divulgação esteja devidamente alinhada a proposta e ao posicionamento de marca atrelado à rede. Dessa forma, você evita ruídos e mantém o padrão de comunicação com o público.

 

Antes de divulgar a sua marca, é importante levar alguns pontos em consideração:

 

⇒ Identidade visual

⇒ Presença nas redes sociais

⇒ Utilização do Google Meu Negócio

⇒ Realização de ações promocionais virtuais e físicas

 

 

 

Seguindo essas dicas de estratégias de gestão, as suas chances de alavancar os resultados da sua farmácia ficam ainda maiores.

Comente o que achou desse tipo de conteúdo!

 


0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *